Percepção 46 – Manhã de 17/04/2013

O dia amanheceu com o céu azul e com as ruas e calçadas sequinhas. Algumas nuvens brancas nos quadrantes sudeste e sul e céu claro no quadrante sudoeste. Vento moderado de sudoeste, temperatura de 22,6C, às seis e trinta e um dessa vigésima nona manhã de outono.

Bandos de andorinhas e de cambaxirras fizeram grande algazarra no céu nas primeiras horas de claridade e a ressaca no mar podia ser ouvida ao longe, enquanto aves aquáticas rumavam em direção à arrebentação.

A passarada trouxe seus cantos e trinados para perto da varanda e o grito estridente do bem-te-vi, sempre o primeiro, foi ouvido em todos os quadrantes. Cliquei meu amigo emplumado em uma antena de TV, junto com outro companheiro.

Na meditação de hoje, de olhos abertos, olhar suave na paisagem mutante, vista através dos vidros da varanda. Depois disso, durante o período de contemplação e reflexões, o ruído da arrebentação, ao longe, ofereceu inspiração para um breve haicai:

da deusa Gaia
leve indisposição
ressaca na praia

Eduardo Leal
Fotos de Eduardo Leal

Registro de temperatura

Rua e calçadas sequinhas

Quadrante sudeste

Setor sulsudeste

Setor sulsudoeste

Quadrante sudoeste

Panoramica

Bem-te-vis na TV

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s